quinta-feira, 26 de março de 2015

Caminhar no desejo (com desejo)

Caminhar no desejo
Sentir com os dedos
Na sua pele macia
Mania minha de me perder
Nos caminhos do seu corpo
Caminhando no desejo (com desejo)
Com a palma das mãos eu posso ver (sentir)
Acariciando sua face,
Sentindo seu beijo,
Sentindo os fios dourados do se cabelo
Escapando por entre os dedos
Quão feliz eu seria 
Se com os lábios pudesse percorrer
Toda extensão na linha do horizonte
Que se forma entre seus ombros
Hei de me perder, com certeza.
E na incerteza, me encontrar
Com a melhor parte de mim. (sei que vou)
Esbarrei e me apaixonei,
Vou me policiar
E não me deixar levar pelo querer
Caminhar no desejo
Parece-me bom até demais
Mas tem lá seus riscos.

Pedro Bragança

Nenhum comentário:

Postar um comentário